Dê vida às suas férias!

Viajar com o seu handicap

Fichas práticas

Nem sempre é fácil sair de férias quando você tem uma deficiência, seja ela qual for. A França colocou em prática certas infra-estruturas para tornar a vida dos viajantes com deficiência mais fácil e permitir-lhes passar umas férias mais agradáveis.

Viajar com o seu handicap

Serviços e infraestruturas

Embora a situação seja desigual, dependendo da região, o país está fazendo esforços para facilitar a recepção de pessoas com deficiência.

  • Cada vez mais cidades estão sendo preparadas para receber pessoas com mobilidade reduzida: grandes calçadas, transporte público acessível, escritórios de administração de cadeiras de rodas, elevadores... Há também cada vez mais infra-estrutura para deficientes visuais ou deficientes visuais, como alarmes indicando a cor dos semáforos ou caminhos em relevo para guiá-los.
  • As empresas de transporte público, como a RATP em Île-de-France ou a SNCF, oferecem serviços dedicados a pessoas com mobilidade reduzida. Ao avisar com antecedência, é possível receber ajuda da equipe para entrar ou sair dos trens. A SNCF também pode assumir totalmente a sua bagagem do seu ponto de partida até o ponto de chegada. Há espaços dedicados para cadeiras de rodas nos trens TGV e High Line. Uma cadeira de rodas de pequeno porte chamada cadeira de transferência é disponibilizada no TGV mediante solicitação ao chefe do conselho ou ao controlador. O trem é frequentemente considerado como o transporte público mais simples para se mover na França quando alguém sofre de uma deficiência.
  • A maioria das companhias aéreas também oferece serviços. É importante mencionar o seu handicap ao reservar bilhetes. A maior parte do tempo as cadeiras de rodas viajam no porão, mas as pessoas com mobilidade reduzida são as primeiras a embarcar na aeronave para o máximo conforto.
  • A viagem urbana é a coisa mais simples quando você tem alguma deficiência. É nas grandes aglomerações ou cidades de tamanho médio da França que se encontram mais facilidades e serviços.

Antes de sair

Para melhorar o conforto da sua viagem, é bom tomar algumas precauções antes da partida.

  • Ter um bom conhecimento das acomodações escolhidas para as instalações propostas para pessoas com deficiência. Não hesite em pedir fotos. Se a propriedade for adequada, reserve com antecedência e obtenha uma confirmação.
  • Pergunte também aos museus ou outros locais turísticos ou estabelecimentos de lazer que você deseja visitar durante a viagem.
  • Algumas agências de viagens são especializadas em organizar uma estadia para pessoas com mobilidade reduzida. Eles gerenciam o transporte público, encontram hotéis acessíveis, fornecem intérpretes de linguagem de sinais, se necessário... Isso pode ser uma alternativa para pesquisas individuais se for muito complicado.
  • Se você tem a possibilidade, é melhor deixar com alguém, idealmente um ente querido válido, para facilitar o dia durante as férias. Alternativamente, algumas associações oferecem acompanhantes para estadias na França.
  • Existem muitas associações de deficiência na França com antenas em várias cidades. Não hesite em contatá-los antes de sair para obter o máximo de informação possível sobre o seu destino de férias: acessibilidade, descontos, serviços oferecidos... Podemos deixar tão mais sereno.
  • Se viajar de avião, é possível que o seu médico preencha o formulário do INCAD, destinado ao pessoal médico a bordo. Isso possibilita manter a empresa informada e estar preparada em caso de problemas durante o voo. Verifique com seu seguro de saúde.
  • Se você se beneficia com tratamento médico, você deve pensar em tomar medicação suficiente para a duração da sua estadia, bem como as prescrições prescritas. Se você vem de um país estrangeiro, pense em tê-los traduzidos para o francês, ou pelo menos em inglês, para liberação alfandegária ou tratamento em farmácias e hospitais. Também pense em levar o endereço eo número de telefone do centro de hospital do lugar onde um vai em férias.
  • É importante contratar um seguro de repatriação que cobre os custos de saúde no país. Verifique se você está coberto em caso de deficiência, bem como os termos propostos.

Outras dicas

Para evitar ser pego de surpresa durante as suas férias, é bom tomar algumas precauções que podem economizar tempo.

  • Lembre-se de levar todo o equipamento técnico necessário, por exemplo, em caso de avaria ou perfuração da cadeira de rodas. Patches, uma bomba, algumas ferramentas... nem sempre é fácil encontrar a peça que está faltando rapidamente no local, e ela pode evitar ser imobilizada por vários dias.
  • Em caso de problemas, se você é um estrangeiro, não hesite em ir à embaixada ou consulado do seu país de origem na França. Eles podem fornecer informações sobre as etapas a serem tomadas e ajudar a resolver problemas. Pense em procurar endereços ou números de telefone antes de sair de férias.
  • Às vezes é difícil encontrar banheiros acessíveis ou equipados para pessoas com mobilidade reduzida, especialmente no campo ou em áreas remotas. Lembre-se de trazer uma arma para os casos mais extremos. Também pode ser útil ter um mapa do hospital onde você quer ser repatriado se tiver problemas, pois isso facilitará o resgate ou o seguro.
Voltar às fichas práticas
Suas férias
Um hotel
Um aluguer de férias
Uma pousada
Um parque de campismo
Uma atividade de lazer
Uma viatura de aluguer
Ao continuar a navegar neste site, aceita a utilização de cookies para lhe propor ofertas adaptadas.
Saber mais e configurar