Dê vida às suas férias!

Escolha o modo correto de transporte

Fichas práticas

Quando você quer descobrir os tesouros turísticos da França, às vezes você tem que fazer alguma estrada. O país está bem equipado para conduzir o viajante de um ponto a outro rapidamente. Mas dependendo do caso, alguns modos de transporte são mais adequados que outros. Aqui estão algumas maneiras de entender melhor as possibilidades e os benefícios de cada opção.

Escolha o modo correto de transporte

O avião

Os vôos internos são a melhor maneira de viajar longas distâncias sem se cansar. A aeronave é particularmente eficaz quando não é necessária correspondência, ou seja, quando existe um voo direto entre o ponto de partida e o destino final.

  • O território francês possui uma grande rede aérea, que conecta a maioria das grandes e médias cidades. Os aeroportos mais bem servidos na França são Paris, Nice, Lyon, Marselha, Toulouse, Mulhouse, Bordeaux e Nantes, mas há muitas outras cidades que oferecem conexões aéreas.
  • A companhia aérea nacional não é a única a oferecer voos domésticos na França. Em algumas conexões, é possível optar por empresas de baixo custo. Como nenhuma empresa que opera na França está na lista negra, a segurança permanece a mesma para todas as empresas e a escolha deve ser feita com base em preços, horários, serviços a bordo e possibilidades de conexão.
  • Para embarcar em um avião, os viajantes devem trazer um documento de identidade válido, como carteira de identidade ou passaporte. As crianças menores devem ter seu próprio cartão de identidade. Eles não podem, em qualquer caso, estar conectados ao passaporte de seus pais.
  • Crianças muito jovens podem se beneficiar de serviços como lugares especiais ou o empréstimo de um berço. Lembre-se de especificar a presença ou ausência de bebês ao reservar o voo para facilitar o processo.
  • Animais de estimação podem viajar em voos domésticos, mas no porão. Verifique com a empresa para mais detalhes.

O trem

O trem é um dos meios de transporte mais utilizados na França, devido à sua simplicidade e à riqueza de sua rede.

  • O país tem várias linhas de alta velocidade percorridas pelo famoso trem TGV a mais de 300 km / h. Essas conexões rápidas são principalmente de e para Paris. Quando disponíveis, esses links costumam ser uma escolha inteligente, combinando conforto, velocidade e acesso direto ao centro da cidade.
  • O embarque em um trem não exige um documento de identidade. No entanto, é aconselhável ter sempre um documento de identificação consigo mesmo, bem como todas as provas justificativas eventualmente necessárias para a aplicação de uma tarifa preferencial, relativa à idade ou ao estatuto do viajante, por exemplo.
  • Ao contrário do avião, o trem não exige nenhuma verificação de bagagem. Não há peso máximo e nenhum complemento financeiro é necessário. No entanto, é essencial rotular toda a bagagem, a fim de evitar os problemas quando os controladores encontrarem uma mala abandonada.
  • É possível beneficiar de serviços de catering em quase todo o TGV da França. A maioria deles tem vagões de restaurante que podem ser usados ​​para viagens longas. O vagão-restaurante também oferece a possibilidade de aquecer alimentos para bebês.
  • Animais de estimação podem viajar nos trens. No entanto, esse serviço geralmente requer pagamento extra. Portanto, é necessário especificar o tipo e tamanho do animal no momento da reserva para obter o bilhete apropriado.
  • Os turistas europeus e estrangeiros podem, por vezes, beneficiar de um passe para obter bilhetes com desconto. Verifique com as autoridades turísticas do seu país de origem. Tenha cuidado, pois, como o passe está sujeito a uma cota, devemos nos lembrar de reservar suas viagens com antecedência. Os preços desses passes às vezes podem variar de acordo com o país de origem, e alguns deles também podem ser usados ​​em toda a Europa.

O ônibus

Menos popular que o avião e o trem por longas distâncias, o ônibus é uma boa maneira de descobrir o país. As estações de ônibus nas cidades oferecem conexões regulares com as cidades vizinhas e, às vezes, com a outra extremidade da França.

  • Como os tempos de viagem são significativos, é importante ter algo para beber, mordiscar, ler e cuidar. Isso às vezes pode ser uma oportunidade para conhecer outros viajantes.
  • Embora o ônibus nem sempre seja a escolha mais sábia em longas distâncias, é muito mais interessante em distâncias médias, e muitas vezes inevitável em distâncias curtas. Os serviços locais são na verdade feitos com muita frequência pelo ônibus.

O carro alugado

O carro alugado é o meio de transporte ideal para viajantes que desejam liberdade e independência máximas. Um veículo pessoal também permite fácil acesso a alguns locais turísticos com pouco ou nenhum transporte público.

  • Existem muitas agências de aluguel de carros em toda a França, principalmente perto de estações de trem e aeroportos, mas também no centro das principais cidades. Por um suplemento, é possível devolver o veículo a um local diferente de onde foi tirado.
  • A categoria do veículo deve ser escolhida de acordo com o número de passageiros e a viagem planejada. Quanto mais tempo e distância da estrada, mais importante é escolher um veículo confortável. Equipamentos opcionais como GPS ou cadeirinha infantil também estão disponíveis.
  • Em geral, o aluguel é por dia, e de acordo com uma quilometragem específica que não deve exceder a dor do suplemento financeiro. Da mesma forma, o cliente concorda em devolver o carro na mesma condição que recebeu, e com a mesma quantidade de gasolina.

O motorhome

O campista oferece ainda mais autonomia do que o carro alugado, porque permite não apenas mover-se, mas também ficar. Alguns provedores oferecem a possibilidade de alugar no local, o que pode evitar ter que fazer viagens longas para chegar à França.

  • Estacionamento com motorhome não pode ser feito em qualquer lugar. Existem áreas de estacionamento e serviços específicos em todo o país. Para evitar decepções, é bom saber mais sobre a presença deles ao preparar o itinerário.
  • A maioria dos acampamentos na França oferecem vagas para motorhomes. O custo dos parques de campismo é ligeiramente superior às áreas simples, mas os serviços auxiliares são numerosos, como o acesso a uma piscina.
  • Em alguns locais turísticos, os motorhomes não são permitidos em estacionamentos devido à falta de espaço. Às vezes, é necessário verificar se é possível acessar os locais que você deseja visitar com esse tipo de veículo antes de ir para lá.

Boleia

Embora a carona seja uma técnica barata e muitas vezes fácil de usar, não é menos arriscada do que outras, porque ninguém está a salvo de um mau contato. Antes de começar, é necessário tomar algumas precauções.

  • É melhor praticar de carona de manhã ou de tarde, mas evite horas atrasadas que sejam mais propícias a más experiências.
  • Boleia aumenta significativamente o tempo de viagem. É necessário multiplicar o tempo por três, quando se utiliza este método de deslocamento.
  • Na França, se a carona é permitida, ela é limitada. Assim, é proibido pedir carona nas bordas das rodovias, em túneis ou em pontes, para evitar acidentes.
  • O uso de um sinal que mostre claramente o destino facilitará a administração do hitchhiker. Para encontrar facilmente os motoristas para longas viagens, é aconselhável procurar nas áreas da auto-estrada.
Voltar às fichas práticas
Suas férias
Um hotel
Um aluguer de férias
Uma pousada
Um parque de campismo
Uma atividade de lazer
Uma viatura de aluguer
Ao continuar a navegar neste site, aceita a utilização de cookies para lhe propor ofertas adaptadas.
Saber mais e configurar